top of page

Você Sabe o Que é a Constelação Familiar?


A constelação familiar é uma abordagem terapêutica que busca entender os padrões e dinâmicas familiares que podem estar afetando a vida de uma pessoa. Essa técnica tem suas raízes na psicoterapia sistêmica e foi desenvolvida pelo alemão Bert Hellinger na década de 1990.

A constelação familiar se baseia na ideia de que cada pessoa é parte de um sistema familiar maior, que inclui pais, avós, irmãos, tios e outros parentes. Os problemas pessoais de uma pessoa podem estar enraizados em problemas que surgiram em gerações anteriores de sua família. Esses problemas podem se manifestar de diversas maneiras, como doenças físicas ou mentais, dificuldades financeiras, problemas de relacionamento ou de carreira.

Durante uma sessão de constelação familiar, o terapeuta trabalha com o paciente para identificar os padrões e dinâmicas familiares que podem estar afetando sua vida. Isso é feito por meio da criação de uma representação visual do sistema familiar do paciente, geralmente usando bonecos ou outras peças que representam membros da família.

O terapeuta pede então que o paciente coloque esses objetos em uma configuração que reflita a dinâmica familiar atual. O paciente também pode ser convidado a escolher outras pessoas para representar membros da família que não estão presentes na sessão. A partir daí, o terapeuta trabalha com o paciente para explorar os padrões e dinâmicas que surgem na constelação familiar. Isso pode envolver perguntas sobre o relacionamento entre os membros da família representados pelos objetos, ou sobre eventos históricos que possam estar afetando o sistema familiar.

Ao longo da sessão, o terapeuta pode fazer mudanças na configuração da constelação, como mover objetos para novas posições ou adicionar novos objetos. Isso pode ajudar o paciente a visualizar como a dinâmica familiar pode mudar e evoluir com o tempo.

Uma das principais vantagens da constelação familiar é que ela pode ajudar a identificar padrões e dinâmicas familiares que podem estar afetando a vida de uma pessoa de maneira inconsciente. Ao trazer esses padrões à tona, o paciente pode começar a entender melhor como sua vida está sendo afetada por eventos passados ou por dinâmicas familiares atuais.

No entanto, a constelação familiar também pode ser controversa, com alguns críticos argumentando que não há evidências científicas que suportem sua eficácia. Além disso, a técnica pode não ser adequada para todas as pessoas, especialmente aquelas que têm dificuldades em trabalhar com emoções intensas ou que se sentem desconfortáveis em compartilhar informações pessoais com um terapeuta.

Em resumo, a constelação familiar é uma abordagem terapêutica que busca entender os padrões e dinâmicas familiares que podem estar afetando a vida de uma pessoa. Embora possa ser controversa, muitas pessoas encontram benefícios na técnica, especialmente quando trabalham com um terapeuta experiente e respeitoso. Se você está considerando a constelação familiar como uma opção de tratamento, é importante conversar com um profissional de saúde mental qualificado para determinar se a técnica é adequada.


Psicologia Popular: Viva Bem, Viva Zen!

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page