top of page

Distorção da Autoimagem



A distorção de autoimagem é um problema psicológico comum em que a pessoa tem uma percepção negativa ou exagerada de si mesma. Isso pode levar a uma baixa autoestima e autoconfiança, e pode afetar a capacidade da pessoa de se relacionar com os outros e de alcançar seus objetivos na vida. Essa distorção pode ser causada por uma variedade de fatores, incluindo experiências passadas traumáticas, bullying, problemas de saúde mental, como depressão e ansiedade, e até mesmo a mídia e a cultura em que a pessoa vive. Alguns indivíduos podem se sentir insatisfeitos com sua aparência física, enquanto outros podem se sentir inseguros em relação a suas habilidades ou personalidade.


Uma das maneiras mais comuns de lidar com a distorção de autoimagem é por meio da terapia cognitivo-comportamental (TCC). Na TCC, o terapeuta trabalha com a pessoa para identificar e mudar os padrões de pensamento negativos que levam à distorção de autoimagem. Essa abordagem ensina a pessoa a reconhecer pensamentos distorcidos e substituí-los por pensamentos mais realistas e positivos.


Outra forma de lidar com a distorção de autoimagem é por meio da meditação e da atenção plena. A meditação pode ajudar a pessoa a se concentrar no presente e a se tornar mais consciente de seus pensamentos e emoções. Isso pode ajudar a pessoa a lidar com pensamentos negativos e a desenvolver uma percepção mais equilibrada de si mesma.


Em alguns casos, a terapia de grupo pode ser uma opção eficaz para lidar com a distorção de autoimagem. Em um ambiente de grupo, as pessoas podem compartilhar suas experiências e aprender umas com as outras. Isso pode ser especialmente útil para aqueles que se sentem isolados e sozinhos em sua luta contra a distorção de autoimagem.


Em resumo, a distorção de autoimagem é um problema comum que pode ser tratado de várias maneiras. A TCC, a meditação e a terapia de grupo são apenas algumas das opções disponíveis para aqueles que lutam contra a distorção de autoimagem. Outras abordagens de terapia e psicoterapia também são extremamente eficazes no amplo tratamento de distorção. É importante lembrar que a recuperação pode ser um processo lento e gradual, e que é preciso ter paciência e persistência para alcançar uma percepção mais positiva e realista de si mesmo.


Seja bem-vindo à psicoterapia. Continue nos acompanhando.


Psicóloga Popular | Viva Bem, Viva Zen!

10 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page