top of page

Crise Existencial: a Psicologia do "Penso, logo Existo"


Você já se questionou sobre o sentido da vida? Já teve aquela sensação de vazio, de que algo está faltando ou de que não está vivendo de acordo com os seus valores e desejos mais profundos? Esses questionamentos e sentimentos são comuns em momentos de crise existencial, um tema que tem sido bastante explorado pela psicologia.


A famosa frase de René Descartes, "Cogito, ergo sum" (Do penso, logo existo), resume bem a busca por sentido e significado que muitas vezes nos assola. A crise existencial é um período em que nos confrontamos com questões sobre a nossa existência, propósito e valores. É uma busca interna por respostas que nos ajudem a compreender quem somos e qual é o nosso lugar no mundo.


A psicologia do "Do penso, logo existo" explora essas questões profundas da nossa existência. Ela nos convida a refletir sobre o que realmente importa para nós e a criar um sentido pessoal que nos motive e nos inspire. É um convite para olharmos além das expectativas externas e nos conectarmos com o nosso eu autêntico.


Durante uma crise existencial, é comum sentirmos desconforto, incerteza e até mesmo angústia. Afinal, questionar as nossas convicções e padrões de vida pode ser desafiador. No entanto, essa crise também pode ser vista como uma oportunidade de crescimento e transformação. É um momento em que somos convidados a nos conhecermos melhor, a repensar nossas escolhas e a nos alinhar com aquilo que é mais importante para nós.

Ao refletirmos sobre quem somos e o que buscamos, podemos encontrar um propósito e uma direção para nossas vidas. É um convite para explorarmos nossos valores, interesses e paixões, e alinhá-los com nossas escolhas e ações cotidianas.


É importante ressaltar que a crise existencial não é um problema a ser resolvido, mas sim uma jornada de autodescoberta e crescimento pessoal. Cada indivíduo terá a sua própria trajetória e ritmo nesse processo. Portanto, é fundamental buscar apoio e orientação de um profissional da psicologia, que poderá auxiliar nessa reflexão e proporcionar ferramentas para lidar com as questões emocionais e existenciais que surgem ao longo do caminho.


É uma jornada desafiadora, porém recompensadora.


Seja bem-vindo à psicoterapia! Continue nos acompanhando.


Psicologia Popular | Viva Bem, Viva Zen!

10 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page