top of page

Como Lidar com a Ansiedade e o Medo Existencial?


Você já sentiu aquela angústia no peito, aquele medo do desconhecido, aquela sensação de que a vida não tem sentido? Esses sentimentos podem ser resultado da ansiedade e do medo existencial, que são comuns na vida de muitas pessoas.


A abordagem humanista existencial da psicologia nos ensina que esses sentimentos são naturais e fazem parte da condição humana. Afinal, estamos constantemente lidando com a finitude, a incerteza e a imprevisibilidade da vida. Mas como podemos lidar com esses sentimentos sem deixar que eles nos paralisem?


O primeiro ponto é aceitar esses sentimentos. Em vez de tentar negá-los ou reprimi-los, é importante reconhecê-los e permitir que eles se manifestem. Isso pode ajudar a reduzir a intensidade desses sentimentos e evitar que eles se tornem ainda mais angustiantes.

Outro ponto é praticar a atenção plena. Isso significa estar presente no momento atual, sem julgar ou avaliar as situações. Quando estamos conscientes do momento presente, é mais fácil lidar com os medos e ansiedades que surgem em nossas mentes.


Além disso, é importante buscar apoio social. Conversar com amigos, familiares e com um profissional de saúde mental pode ajudar a aliviar a ansiedade e o medo existencial. Ter alguém com quem possamos compartilhar nossos sentimentos e preocupações pode nos dar uma nova perspectiva e nos ajudar a encontrar soluções.


Por fim, é fundamental encontrar um propósito ou sentido pessoal na vida. Isso pode ser um desafio, mas pode nos dar uma motivação para lidar com as incertezas e os medos que surgem. Inicialmente, apesar de parecer difícil, encontrar um propósito pode ser tão simples quanto se dedicar a um hobby, ajudar outras pessoas ou encontrar um trabalho que nos dê satisfação.


Seja bem-vindo à psicoterapia.


Psicologia Popular | Viva Bem, Viva Zen!

25 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page